segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

#Ibovespa para 14/02/2011



As principais bolsas asiáticas fecharam com forte valorização nessa madrugada, com destaque para os 2,54% de alta do Shanghai Composite, o que pode dar um gás nas ações da VALE5 hoje. A Europa nesse momento segue em leve alta, não acompanhando (pelo menos até aqui) o mesmo ritmo da Ásia.

Pelas Américas, novamente o Dow Jones emplacou nova máxima no ano no último pregão, o que me faz seguir com o alerta ligado. Os Índices Futuros seguem estáveis, muito próximos dos 0x0.

Apesar da forte alta na Ásia, desconfio que tal valorização seja um efeito retardado do que aconteceu na quinta e sexta-feira, pela demais bolsas. Com isso fico com o pé atrás, vendo o cenário como neutro para hoje.

Analisando o Ibovespa:

A sexta-feira foi de alívio para os comprados, ao fechar o pregão em alta de 1,82%. O que faltou para deixar a festa completa foi um maior volume. As altas de quinta e sexta ainda não podem ser comemoradas como uma tendência mais consistente, pois para isso será necessário romper o topo de 08/02 (66.250 pontos). Ai sim, teremos o início de um pivô de alta, que se confirmaria ao deixar um fundo mais alto do que o deixado em 09/02 (ser perder esse fundo/suporte, o trem volta a se complicar novamente).

Até esse cenário se confirmar, cautela e caldo de galinha são boas pedidas.

Um ponto positivo, que corrobora com a busca pelo topo de 08/02, foi ter fechado acima do piso do canal de baixa, o que pode significar um breve pullback (cenário negativo) ou o fortalecimento dos comprados na busca pela LTB do canal, lá pelos 69.000 (cenário positivo). O pregão de hoje deve mostrar qual direção  terá maior probabilidade.

Não há sinalização pelo meu IE. H-MACD em sintonia com a alta dos 2 últimos pregões, sem apresentar divergências.


Assim como vejo o cenário externo como neutro, também vejo o IBOV como neutro para hoje, cenário esse que pode mudar no intraday caso rompa com convicção os 62.250 pontos.
.