terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Mercado em ritmo de fim de ano



Essa semana e a próxima (que terá somente quatro dias de pregão) já estavam contabilizadas como "perdidas", com poucas oportunidades de operação de fato. Com o fundo marcado no intraday de ontem, provavelmente teremos alguma operação na mão de compra em WING12, frente ao provável repique que se desenha (mas sem esquecer que se trata de "correção de alta dentro do movimento de baixa". Nada mais do que isso.).

Vamos ver como o mercado se comportará na tarde de hoje.

Aproveitando, segue a tela de como está ficando o "Radar de Mercado" que estou desenvolvendo e que já substitui por completo o meu uso de um HomeBroker (seja ele qual for). Foram inclusos o TickScope e o gráfico para o "Sistema de Arbitragem" (que por enquanto é exclusivo para o Mini Índice Futuro do IBOV).

Antes dessas duas novidades, já estava em pleno funcionamento o "Sistema de Pressão", 100% automático e que pode ser ligado para todos os ativos do Ibovespa(I) ou somente para as 10+ do Ibovespa(1), além se ser possível montar a pressão para o Índice Futuro (W). Esse sistema é interessantíssimo por avisar, com certa antecedência, alguma eventual mudança de direção do mercado, ou mesmo o fortalecimento da direção vigente (como aconteceu hoje pela manhã, por volta das 11:45h).

Em linhas gerais, o "Radar de Mercado" está sendo desenvolvido em Excel (com muito VBA). Alimentado em tempo real por dois link´s DDE (TradeZone e YahooFinances), o "pacote" tem uma enorme facilidade de implementação de melhorias, além de uma quase infinita possibilidade de expansão. Praticamente tudo o que for pensado para o Mercado Financeiro (e que seja viável) será perfeitamente possível de ser implementado no "Radar de Mercado".

Entre tantos projetos, ele terá a capacidade de enviar ordens diretamente para o mercado, usando os sinais de compra e/ou venda emitidos automaticamente pelo "Sistema de Arbitragem" e/ou por algum outro Algoritmo que venha a ser implementado no "pacote". Mas isso é assunto para o próximo ano, que com certeza será de muito trabalho... .
.