quarta-feira, 23 de março de 2011

Ibovespa para 23/03/2011



A Ásia fechou em direções opostas nessa madrugada, mas com um peso maior para o +1% do Shanghai Composite, visto que a situação do Nikkei é ainda reflexo dos acontecimentos pós-terremoto. Na Europa os principais índices seguem em leve alta, mais ainda sem tendência definida.

Pelas Américas, o Dow Jones fechou em baixa de 0,15%, dando pinta de ter deixado topo no diário, o que pode trazer realização para hoje. Tal situação pode ser uma simples correção frente à alta dos últimos pregões, mas é bom ficar antenado ao fundo (suporte) em 11.555 pontos, pois se perdido teremos novo pivô de baixa se formando.

Os Índices Futuros seguem em alta nessa manhã, e a continuar assim sinalizam abertura positiva por lá.

Resumindo, o cenário externo segue com pouca força compradora, mas ainda não demonstra claramente movimento de baixa. Com isso o cenário para hoje continua neutro, sem um viés definido (cenário esse que pode mudar, caso o DJI rompa os 12.080 pontos no intraday de hoje).

Analisando o Ibovespa:.

A alta de 1,33% no pregão de ontem (destoando do restante do mundo) não só confirmou o candle de segunda, como deixou um engolfo de alta, candle que sinaliza continuação do movimento ascendente. Outro ponto interessante foi ter rompido o teto da cunha, o que fortalece a provável continuação do movimento ascendente. De negativo temos o DJI e seu possível topo (deixado ontem), que apesar de nos últimos tempos o IBOV não estar tão acoplado ao índice americano, como acontecia no passado, um movimento de baixa por lá, mesmo que fruto de correção, tem sim força para pesar os negócios aqui.

Mesmo com o cenário acima, continuamos preso à congestão, e "...enquanto não romper um dos extremos, operações de swingtrade e position ficam mais arriscadas".

Os pontos de pressão continuam os mesmos: Suporte em 65.463 e resistência nos 68.225 pontos.

Os indicadores seguem sem sinalização. O volume veio baixo, demonstrando novamente falta de força compradora.

Por fim, o cenário interno segue neutro (por estar preso à congestão), mas com viés altista, apesar do DJI estar sinalizando que pode atrapalhar a festa... .
.