quarta-feira, 18 de maio de 2011

Ibovespa para 18/05/2011



Apesar de abrir com um sútil "gap de baixa" (tendo assustado muita gente no início do pregão ao cravar mais de 1% de queda), o S&P500 se recuperou no decorrer do dia, fechando praticamente no 0x0.

É fato que perdeu a LTA, mas o "quase martero" deixando no gráfico diário dá a entender que podemos ter um dia de recuperação, o que coincidiria com a região esperada de reversão (1.324 a 1.295), já que a mínima de ontem foi em 1.319 pontos.

Pontos de pressão para hoje no S&P: Extremos de ontem (suporte nos 1.319 e resistência em 1.330 pontos).

Cenário: Neutro, com viés de alta (possível recuperação, já que a força compradora de ontem foi amparada por um bom volume).

Analisando o Ibovespa:

Se descolando dos mercados mundias, que tiveram um dia de baixa ontem, o IBOV fechou positivo (+1,34%). E aí fica a pergunta?

- Seguiremos em alta? Sinceramente não acredito, já que o movimento dessa terça-feira não parece ter força compradora suficiente para engatar uma alta mais convincente, mas sim o que vem acontecendo há tempos, ou seja, um simples repique de alta (dentro do movimento de baixa), até porque temos pela frente o teto do canal de baixa, já testado (e respeitado) por três vezes nos últimos quarenta dias.

Olhando para os indicadores, após meu IE sinalizar ontem o primeiro candle de enfraquecimento dos vendidos (em amarelo), o que temos hoje é a sinalização de rompimento (candle em verde), ou seja, se romper a máxima de ontem, em fechamento, a alta tende a ganhar força.

O volume veio fraco, e como sabemos "...o volume confirma o movimento...". Sem volume comprador é pouco provável trocarmos de marcha. E por fim o H-MACD, que não mudou a sinalização dos últimos dias.

Pontos de pressão para hoje no IBOV: A exemplo do que ocorre no S&P, temos os extermos de ontem (suporte nos 62.414 e resistência em 63.680 pontos).

Cenário: Neutro.
.