sexta-feira, 6 de maio de 2011

Ibovespa para 06/05/2011



O fechamento de ontem dos índices americanos (DJI -1,10% e S&P500 -0,91%) fortaleceu a correção do movimento de alta. Com isso o S&P segue para o teste dos 1.325 pontos (mostrada na figura ao lado), a partir de onde espero reação compradora com mais intensidade. O citado ontem continua valendo "...não me surpreenderia se surgisse força compradora a partir do pregão de hoje ou amanhã...". A queda de ontem foi a quarta seguida, sendo que a mínima marcada ficou aos 1.329.

E com o cenário desenhado para hoje no IBOV, puxando lá iremos juntos por aqui. Vale frisar que diferente de ontem, hoje não temos a Europa para pesar a abertura dos mercados.

Pontos de pressão para o S&P500 no pregão de hoje: Suporte: 1.325 pontos. Resistência: Não aplicável. Cenário: Baixa, com viés de reversão.

Analisando o Ibovespa:

Mais um dia de perda no IBOV, agora com um maior equilíbrio entre as forças, o que deixou um candle que remete a dúvida / reversão do movimento de baixa. A tendência de queda continua firme, mas a possibilidade de um repique ficou mais iminente, o que me faz ficar atento para não ser pego no "contra pé" do mercado.

Olhando para os indicadores, o meu IE sinaliza o 3º candle de esgotamento dos vendidos (candles em amarelo), o que fortalece um eventual repique. O H-MACD novamente testou o piso da cunha (que está plotada sobre o indicador), sinal que corrobora para o tão esperado repique (pelo menos para os comprados).

Pontos de pressão para o IBOV no pregão de hoje: Os extremos de ontem (suporte em 62.972 e resistência aos 64.267 pontos). Cenário: Neutro.