terça-feira, 12 de abril de 2011

O mercado é doido, ou doido somos nós?



Quando resolvi viver do mercado, em meados de 2008 (vale frisar que opero desde 2006), ou seja, no auge da m...a (digo da crise) do Subprime, tomei uma decisão que acredito fez toda a diferença no meu trabalho naquela época (e ainda faz hoje):

- Iria parar de ler os fóruns sobre o mercado financeiro, pelo simples fato que eles mais atrapalhavam do que ajudavam. Havia (e ainda há) muita gente indisciplinada, incapaz de fazer uma auto-crítica quando erram, mas ferozes em detonar com o mercado e os que fazem parte dele (isso claro, em linhas gerais), tentando culpá-los pelos seus fracassos.

Vez ou outra olho um fórum aqui, outro ali. Leio alguma coisa a respeito do ativo X, as vezes do Y. Mas via de regra fico fora desse meio, pois raramente agregam valor, não pelos espaços em si, que são ótimos, mas pelo o que é produzido de conteúdo (claro que há exceções).

E hoje foi dia de fazer um "tour" pelos fóruns da Net, e pasmem, nada mudou... .

Uma das coisas que lia muito naquela época (2008) e que "...era impossível viver do mercado...", que o mercado é isso, é aquilo, blá blá bla. Nesse contexto eu tinha duas saídas:
  • Desistir do meu projeto (viver do mercado) por opinião de terceiros (como é normal o ser humano fazer), ou;
  • Iria tentar assim mesmo, dando certo ou não.
Pois é, "meti a cara", perdi aqui, ganhei ali, mas aqui estou eu, vivendo exclusivamente do mercado financeiro, desde 2008. Queiram os críticos ou não.

Meus resultados (1) estão aí do lado (na aba lateral, procure por "Operações executadas: resultados") todos eles baseados em operações cantadas de forma antecipada.

Esse é o primeiro ponto que queria falar: Se for dar ouvido para o que dizem, você vai ser eternamente um perdedor, pois é mais fácil sentirem dó de você (quando você cai e se esfola todo), do que apoiar e reconhecer o seu mérito (quando você se sobressai frente à multidão), pois "...o sucesso dói no coração dos fracos...".

O outro ponto: Como as pessoas querem ter rentabilidade no mercado, se só sabem olhar para uma direção (leia-se "mercado de alta")? Mercado em movimento de alta é só alegria: "uhuuuú, vamos ficar ricos", "tirar todo o dinheiro do Srº do Mercado", "agora sim, vou lavar a égua", e por aí vai.

Basta um movimento de baixa, como o dos últimos dias (que por enquanto nada mais é do que um movimento corretivo) para começar a choradeira pelos fóruns: "Vou tirar meu dinheiro desse maldito mercado". "Isso é jogatina, tinha que ser proibido". "Já perdi muito aqui, vou para o Tesouro Direto e investir o resto na poupança". "Estou fora do mercado, esperando melhorar. Só tem especulador nesse lugar", e por aí vai.

Ponte que caiu! Quando vamos aprender que não existe almoço grátis? Quer dinheiro? Primeiro você precisará sangrar e muito para ser merecedor... .

O Mercado está baixista? Ótimo, opere vendido (descoberto ou alugado). Faça travas, faça financiamentos com opções. Opere commodities "in", entre outros.

E principalmente, acima de todo e qualquer setup:
- Seja D-I-S-C-I-P-L-I-N-A-D-O. Sem isso você vai quebrar, antes do que possa perceber. Sem disciplina, o melhor e mais confiável setup vai tirar dinheiro de você, pois não é o setup que faz o Trader.

É a disciplina que forja o camarada.

E por favor, com o mercado de baixa, não faça coro com os chorões de plantão, pois esses são torcedores de futebol, que acabam pagando o almoço dos outros... .


Obs. 1: Esse texto vai gerar polêmica e alguns irão duvidar da veracidade dos meus resultados (que por mais transparentes que tendem a ser no meu dia a dia, é mais fácil acreditar na impossibilidade do que na capacidade, aliada a disciplina). Pois bem, antes que os críticos de plantão apareçam, segue o desafio:

Para os que não acreditam, banque minha estadia (por quantos dias você quiser), minhas passagens de ida e volta (para qualquer lugar do mundo que você estiver), e o meu ganho não realizado (das operações que deixarei de realizar nesse período), me coloque na frente de quatro monitores, com o meu sistema funcionando, que eu vou aí operar para você, colocar dinheiro no seu bolso, de forma simples, mas funcional.

Eu pago para ver. E você?
.