quinta-feira, 7 de abril de 2011

Ibovespa para 07/04/2011



Mais um pregão de dúvida no Dow Jones, ao fechar novamente na forte resistência (que se formou na máxima atingida nesse ano, em torno dos 12.400 pontos). A alta de 0,27% de ontem coloca mais fogo na fogueira, pois essa resistência é também o objetivo inicial por Fibonacci. Todos esses fatores somados corroboram para que tenhamos correção por lá (o que seria natural frente a praticamente 15 pregões seguidos de alta).

Esse cenário só será de fato espantado com um forte fechamento (com bom volume), transformando assim a resistência de 12.400 em suporte. Até lá, continua valendo o que disse ontem:

"...Apesar do descolamento apresentado nos últimos tempos, onde o IBOV não tem seguido os movimentos do DJI, penso ser improvável uma correção por lá sem pesar o índice por aqui. Com isso, atenção redobrada (e canja de galinha) são bem vindos...".

Resumindo, o cenário externo segue o mesmo: "...neutro, frente à indecisão do DJI nos 12.400...".

Analisando o Ibovespa:
O fechamento em baixa de 1,15% de ontem acabou confirmando o topo deixado na terça-feira. Com isso o que temos agora é um tendência natural de correção (de baixa dentro do movimento de alta), visto que o movimento do mercado não se dá em linha contínua e sim em zig-zag´s (teoria de Dow), ou seja, "sobe-corrige-sobe" (ou vice-versa). Dessa forma, espero correção até a região dos 67.250 pontos (Fibo em verde), que coincide com o fundo (suporte) deixado em 29/03 último.

Vale frisar que essa correção pode flutuar até os 65.463 pontos, que é onde o estudo seria cancelado, caso essa região seja perdida.

Olhando para os indicadores, meu IE cravou mais uma, ao antecipar o movimento de correção. O H-MACD continua alinhando com o movimento dos últimos pregões, sem apresentar divergências. O volume não novamente se apresentou baixo, mas agora devido pregão em queda.

Por fim, o cenário interno ficou ruim para os comprados, com claro sinal de baixa.
.