terça-feira, 29 de março de 2011

Parte II - Sai JBSS3. Entra a preferencial da Usiminas (USIM5)



A postagem de ontem sobre a troca da JBSS3 pela USIM5 deu o que falar, com muita gente favorável pela troca. E entre várias perguntas, uma era padrão:

- A "receita de bolo" vale para gráficos no diário, nesse caso da USIM5?

A resposta é sim, a receita de bolo usando Fibonacci, serve para qualquer tempo gráfico e para qualquer tipo de ativo, desde do mercado à vista (Ações), como para o mercado futuro (Opções e Derivativos).

No caso da USIM5, enquanto não perder os 18,11 (da forma como é previsto na receita de bolo), o estudo continuará válido. É bom ficar atento, pois é óbvio que a reversão será sentida primeiro no intraday, para depois no fechamento do pregão (independente do dia), termos  um candle de reversão.
Nessa situação acontecerão três pontos de entrada (desconsiderando aqui sinais de indicadores):
  • No leilão de fechamento desse provável candle de reversão;
  • No dia seguinte, ao se romper a máxima do dia anterior (que apresentou o candle de reversão);
  • E por fim, para quem opera exclusivamente swing ou position (usando Fibonacci), na casa dos 19,46 (que é o ponto esperado de reversão). 
E é aí que quero me aproveitar desses pontos "já manjados", me antecipando ao movimento da manada:

- Estou monitorando de perto desde ontem, para me posicionar no intraday em operação comprada, tão logo algum topo seja rompido no intra5 e que faça o natural movimento de correção. Nesse caso entro comprado (usando Fibonacci) e vou tentar segurar a operação para além do objetivo final (161,8%), buscando assim carregar a operação por todo o movimento de alta projetado pelo gráfico diário

Com isso, esse posicionamento tende a ser antes dos 3 previstos acima, ou seja, saíremos na frente.

Bom ficar antenado... .
.