segunda-feira, 28 de março de 2011

Ibovespa para 28/03/2011



A Ásia iniciou a semana com leve fechamento em baixa (apesar do +0,11% do Shanghai Composite), mas sem força para influenciar os negócios na Europa, que seguem praticamente no 0x0 (pelo menos até aqui).

Pelos lados de cá do Atlântico, o Dow Jones fechou a sexta-feira em mais uma alta, praticamente testando a resistência na casa dos 12.280 pontos. Hoje teremos a definição da força compradora nessa região: - Se rompe em fechamento, buscando a forte resistência de 12.400 ou se entra em movimento de correção (natural) devido ao desequilíbrio entre comprados x vendidos (vendedores > compradores).

Os Índices Futuros seguem positivos, e por enquanto indicam a busca dos 12.400.

Resumindo, o cenário externo para hoje se mostra neutro, sem um claro víeis.

Analisando o Ibovespa:

O teste na resistência de 68.225 na sexta (fez máxima em 68.226) pode ter sido sinal para correção dess movimento de alta, iniciado em 17/03. Tal correção seria natural do ponto de vista gráfico, pois a tendência é de se encontrar maior força vendedora nessa região, já testada por outras duas vezes (18/02 e 03/03). Com isso continuamos preso à congestão, com pontos de pressão inalterados: Suporte em 65.463 e resistência nos 68.225 pontos.

O candle deixado sexta sinaliza movimento de baixa, principalmente se for somado ao de quarta e quinta. Os indicadores seguem sem sinalização. O volume ganhou força, o que corrobora para correção.

Por fim, o cenário interno segue neutro (por estar preso à congestão), mas com viés de baixa (pela formação gráfica do índice).