terça-feira, 22 de março de 2011

Ibovespa para 22/03/2011



Após o ânimo de ontem, hoje paira a dúvida nos mercados. Apesar da Ásia ter fechado em alta nessa madrugada, vejo essa situação mais como um ajuste frente ao índice Nikkei, que ao finalizar em +4,36%  vai tirando parte das fortes quedas da semana passada. Já na Europa os principais índices seguem estáveis, muito próximos do 0x0.

Pelas Américas, o Dow Jones firmou seu terceiro pregão em alta, caminhando para testar o topo imediato, que se rompido deixa caminho aberto para os 12.400 pontos (máxima do ano). Esses três pregões em alta já são suficientes para o mercado pedir água, e uma correção nesse momento seria normal.

Os Índices Futuros seguem em alta nessa manhã, mas muito próximos dos 0x0, assim como na Europa.

Resumindo, o cenário externo me parece duvidoso (neutro), o que pode abrir a porta americana para realização de lucros pelos investidores (leia-se Especuladores, no qual eu me encontro), trazendo um dia negativo por lá. Hora de atenção redobrada por parte da massa comprada.

Analisando o Ibovespa:

Mais um dia que o índice ficou preso dentro da congestão, que já persiste por longos 23 pregões, com o cenário que venho citando:

"...enquanto não romper um dos extremos, operações de swingtrade e position ficam mais arriscadas. Houve ligeiro ajuste no ponto de suporte (65.463), mas continuamos com o mesmo ponto para a resistência: 68.225 pontos...";

"...até romper um dos lados (em fechamento) o mercado seguirá distribuindo violinada nas duas pontas (para comprados e vendidos)...".

Os indicadores seguem sem sinalização. O volume veio baixo, demonstrando novamente falta de força compradora.

Por fim, o cenário interno segue neutro (apesar da formação de candles indicarem continuação da alta), sem um viés definido para hoje.
.