quinta-feira, 10 de março de 2011

Ibovespa para 10/03/2011



A Ásia fechou de mau humor nessa madrugada, com destaque para o tombo de 1,50% do Shanghai Composite (o que deve pesar na já pesada VALE5). Com isso a Europa vai trabalhando no campo negativo nessa manhã, desenhando um dia de perdas no velho continente.

Pelos lados de cá, o Dow Jones deixou um Doji no pregão de ontem (ao fechar neutro em -0,01%), o que pode trazer certa realização hoje, deixando o índice ainda preso na congestão (que já dura 11 pregões), ou seja, resistência em 12.283 e suporte nos 11.983.

Com isso continua valendo o que venho repetindo: "...Romper acima mantém a busca pelos 12.400 pontos. Já perder o suporte significa pivô de baixa = calor para os comprados ...".

Os índices futuros seguem em considerável queda nessa manhã, sinalizando abertura negativa do DJI.

Resumindo, enquanto o índice não se livrar da congestão, o cenário continuará neutro (sem tendência definida). Hoje em particular, devido ao movimento da Ásia, Europa e a sinalização dos Futuros Americanos nessa manhã, temos um viés negativo.

Analisando o Ibovespa:

O fechamento ruim dessa quarta de cinzas (-1,10%), confirmou o movimento de baixa sinalizado pelo candle de sexta e pela junção dos candles de quinta e de sexta. Com isso, a baixa de ontem sinaliza novos movimentos de queda, que pode ser potencializado hoje com o cenário externo, negativo, que está se desenhando.

Nessa situação, continuamos e continuaremos congestionados (a exemplo do DJI), tendo resistência em 68.225 e suporte nos 66.050 pontos.

E sem tendência, o que sobra são as parcas e não startadas oportunidades, ou seja, o mercado "não .... nem sai da moita".

Os indicadores seguem sem sinalização. O volume veio baixo, fruto da volta do Carnaval. 

Por fim, o cenário para hoje continua exatamente o mesmo de ontem: Neutro, com viés negativo.