quinta-feira, 3 de março de 2011

AGEN11 de cara para o vento buscando 1,14



e pediram para analisar a AGEN11, mas não há muito o que falar, que já não esteja escrito aqui. Mas basicamente o que temos é o ativo perdendo os 2,06, que citei por diversas vezes, estando agora de cara para o vento, na busca pelo suporte em 1,14.

A não ser que algo aconteça nos bastidores da empresa, não creio que o papel se segure nesse forte suporte. Acredito que tão logo chegue lá (caso o cenário de baixa continue), o perderá, voltando para a casa dos centavos, como é o caso hoje de TELB4 (em valores de antes do agrupamento), ECOD3 e MILK11.

Assim como faço com as opções à seco, não divulgo minhas operações na mão de venda, quando acontecem em micos, pois as duas situações tem grande força para alavancar o seu capital.

Mas também podem te quebrar antes que consiga entender o que está acontecendo. E não quero ser responsabilizado, por terceiros, por isso (1).

Mas só para constar (não será relacionada no resultado semanal de amanhã - como já vinha cantando por diversas e diversas vezes aqui no NegociaAcao.com, "... que a perda dos 2,06 mandaria o ativo para 1,14 ..."), resolvi entrar vendido no leilão de abertura de ontem na AGEN11 (fruto da forte queda de terça-feira), em 2,10, recomprando no leilão de fechamento, a 1,81.

E hoje (e provavelmente nos próximos pregões) usarei a mesmo estratégia (venda no leilão de abertura e recompra no de fechamento), pois o resultado de ontem gerou 16% de gordura para queimar com a AGEN11. Nessas minhas operações vendidas, o start estará no rompimento da máxima do dia anterior (no caso de hoje, ficará em 2,13).


Obs. 1: Estou avaliando uma forma segura de postar, de forma antecipada, minhas operações em opções à seco. Tão logo consiga fazer isso de forma clara e eficiente, começarei a dividir com os leitores mais essa possibilidade.
.